17 de fevereiro de 2014

Blog voltando das férias....

Após férias deste blogueiro, que adicionalmente terminou o curso de sommelier de cerveja (novidades em breve), retorno às postagens.

Gostaria de iniciar o ano com dicas de leitura aos amantes do vinho; listo aqui alguns livros que atendem a diversos níveis de conhecimento, dos mais técnicos aos mais "divertidos" e curiosos.
Na verdade, são livros que eu recomendo porque li e gostei, acredito que acrescentaram na minha formação geral, e não somente relativa ao vinho.








  • Vinho para leigos, de Ed McCarthy e Mary Ewing- Mulligan, MW (Editora Alta Books): leve, ágil e divertido, excelente introdução ao universo do vinho, escrito por uma Master of Wine e seu marido.

  • A História do Vinho, de Hugh Johnson (CMS Editora): obra obrigatória na biblioteca de todo amante de vinhos, escrita por uma das maiores autoridades do mundo no assunto. Livro denso e apaixonante, conta a história do vinho através dos séculos, e como ela se confunde com a própria história da humanidade.

  • Dicionário do Vinho, de Mauricio Tagliari e Rogério de Campos (Companhia Editora Nacional): fruto de um trabalho hercúleo dos autores, este dicionário é bastante claro e conciso, com milhares de palavras e suas traduções no mundo do vinho.

  • Atlas Mundial do Vinho, de Hugh Johnson e Jancis Robinson (Editora Nova Fronteira): os autores carecem de apresentações; esta dupla criou simplesmente o mais completo e fantástico Atlas de Vinho, na sua 7ª edição, com versão para Ipad.

  • Oxford Companion to Wine, de Jancis Robinson (Oxford University Press): escrito pela renomada crítica inglesa Jancis Robinson, a "Dama do Vinho", este dicionário tornou-se uma bíblia para os enófilos; referência obrigatória e material de estudo para o almejado Diploma da WSET.

  • A Experiência do Gosto, de Jorge Lucki (Companhia das Letras) para os aficcionados em harmonizações do vinho com comida e fãs de boas histórias, este livo reúne artigos do autor para a Revista Valor Econômico de 2000 a 2010.

  • O Gosto do Vinho, de Émile Peynaud e Jaques Blouin (Martins Fontes): obra revolucionário de Peynaud, escrita nos anos 70, onde ensina os consumidores a desenvolverem o paladar para apreciar os vinhos na sua plenitude. Em sua obra, escreveu que "se há maus vinhos é porque há maus bebedores" e que "o gosto é semelhante à rudeza do entendimento".

  • Os Sentidos do Vinho, de Matt Kramer (Conrad Editora): neste livro o norte americano Matt Kramer, colunista da Wine Spectator, desmistifica o vinho, através de conhecimento e sem pedantismos.

  • Vinho e Guerra, de Don e Petie Klaudstrup (Zahar): delicioso livro que conta a história das artimanhas de tradicionais famílias francesas para impedir que os nazistas de roubassem seu maior patrimônio: o vinho.

  • O Vinho Mais Caro da História, de Benjamin Wallace (Zahar): divertimento de primeira! Iniciada a partir da venda de uma garrafa que supostamente pertenceu a Tomas Jefferson, dá origem a uma saborosa história de investigação e mistério.


Bom divertimento!






Um comentário: